quinta-feira, 24 de março de 2011

Borboleta - Romero Britto



Assim como o Emerson, estou super atrasada com a postagem, mas enfim, o importante é fazê-la.
Escolhi essa imagem do Romero Britto, por ter uma 'história' com ela, digamos assim. Meu primeiro contato com essa obra foi num estúdio de tatuagem, onde vi a obra numa das pastas do tatuador e me interessei por ela. Não sabia que se tratava de uma obra de um grande artista, pra mim, não passava de um simples desenho. Algum tempo depois, descobri quem era o artista responsável pela obra e conheci outras obras dele, gostei muito dos traços característicos do Romero, na maioria das obras ele usa textura gráfica e, geralmente, elas tratam de assuntos importantes para o dia-a-dia. Suas obras, na maioria das vezes, não são exatamente iguais à realidade, pois apresentam linhas, pontos, divisões e fragmentos de sua assinatura. Começou no mundo do graffite, no Brasil, e conquistou fãs em todo o mundo, porém a crítica especializada ainda reluta em assumir o seu sucesso. Eu gosto e você, gosta também?

"Na condição de criança pobre no Brasil, tive contato com o lado mais sombrio da humanidade. Como resultado, passei a pintar para trazer luz e cor para minha vida." (Romero Britto)


Luana dos Santos Neto

Nenhum comentário:

Postar um comentário